Tempo
|
A+ / A-

Responsável da OMS alerta para urgência da ação climática

06 nov, 2023 - 11:37 • Redação

María Neira, diretora do departamento de saúde pública e ambiente da OMS, diz que é urgente agir agora para se pouparem milhões de vidas.

A+ / A-

María Neira, diretora do departamento de saúde pública e ambiente da Organização Mundial de Saúde (OMS), alerta que adiar a ação climática está a pôr em risco a saúde de milhões de habitantes de todo o mundo.

Numa entrevista à margem da cimeira mundial da saúde em Berlim, Neira disse ao The Guardian que agora "ninguém vai poder dizer 'eu não sabia'" e ainda que "todos precisam de saber que não se trata apenas do clima, dos ursos polares e dos glaciares. Isto é sobre os meus pulmões e os vossos pulmões".

Neira confirmou ao jornal britânico que "os médicos vão fazer com que os decisores políticos compreendam os danos causados pela queima de combustíveis fósseis na próxima cimeira climática". A COP28 vai realizar-se no Dubai e, pela primeira, vai ter um dia dedicado à saúde.

Durante essa cimeira, indica a médica espanhola, a OMS vai pedir investimentos "sem arrependimento" em áreas como infraestruturas hospitalares e água potável.

Um estudo da revista "Nature Climate Change" recentemente publicado adverte que, por volta de 2029, se nada se fizer em relação à diminuição das emissões de CO2, a temperatura média global irá registar um aquecimento superior a 1,5ºC.

A subida da temperatura terrestre, segundo os investigadores, é consequência de efeitos como a fusão do gelo, a libertação de metano e as alterações na circulação oceânica.

María Neira descreve a poluição atmosférica como um "assassíno invisível", que está já a "afetar negativamente os nossos principais órgãos", incluindo o cérbero, como revelou numa Ted Talk.

A médica refere ainda que doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer ou o Parkinson vão ser mais prováveis, devido ao aumento de partículas poluentes no cérbero. Além disso, quanto mais tempo se está exposto a estas partículas, mais rápido o cérbero envelhece e maior será o risco de demência ou de derrames cereberais.

"Enviamos as crianças para a escola, a sociedade está a investir na sua educação e, contudo, o ar que respiram enquanto esperam pelo autocarro está a influenciar negativamente o desenvolvimento do seu cérbero", diz Neira.

Segundo a OMS e a médica espanhola, a poluição do ar já "causou mais de sete milhões de mortes prematuras este ano", número citado pelo The Guardian.

"Se adiarmos a ação por um dia, podemos perder milhares de vidas, mas se adiarmos um ano podemos perder, novamente, sete milhões", diz Neira durante a sua Ted Talk.

A OMS estima que 25% da carga global de doenças está relacionada com questões ambientais e as alterações climáticas.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+