Tempo
|
A+ / A-

Moçambique. Renamo convoca manifestação em protesto contra o "homicídio da democracia"

27 out, 2023 - 03:49 • Lusa

O candidato da Renamo pediu à população para "cancelar tudo" esta sexta-feira, a partir das 09h00 (08h00 em Lisboa), e participar uma "megaconcentração" em "celebração da verdade", esperando a presença de 60.000 pessoas.

A+ / A-

A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), maior partido da oposição, convocou para esta sexta-feira, em Maputo, uma manifestação em protesto contra o "homicídio da democracia", após o anúncio de vitória da Frelimo nas eleições autárquicas.

O candidato da Renamo em Maputo, Venâncio Mondlane, apelou à população para parar esta sexta-feira "toda a atividade pública e privada", pouco depois ter sido anunciado, na quinta-feira, a vitória da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) em 64 das 65 autarquias nas eleições de 11 de outubro, incluindo Maputo.

Os resultados foram fortemente contestados por observadores, organizações da sociedade civil e partidos da oposição.

O candidato da Renamo pediu à população para "cancelar tudo" esta sexta-feira, a partir das 09h00 (08h00 em Lisboa), e participar uma "megaconcentração" em "celebração da verdade", esperando a presença de 60.000 pessoas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+