A+ / A-

Bélgica

Tiroteio faz dois mortos em Bruxelas. Polícia investiga possível ataque terrorista

16 out, 2023 - 21:08 • Redação com Lusa

Centro de crises reúne-se já esta segunda-feira. Alerta de terrorismo no máximo. Tiroteio leva à suspensão do Bélgica-Suécia, de apuramento para o Euro 2024.

A+ / A-

Dois suecos morreram baleados em Bruxelas, esta segunda-feira. O atirador encontra-se em fuga e ainda não foi detido pela polícia, que investiga possível ataque terrorista, informou a polícia.

"Posso confirmar que houve um tiroteio ao início da noite e que pelo menos duas pessoas morreram. Informámos todos os nossos parceiros para saber que consequências pode haver", disse à Lusa Yves Stevens, porta-voz do Centro de Crise Nacional da Bélgica.

O porta-voz acrescentou que o atirador ainda não foi detido. O centro de crises reúne-se esta segunda-feira, adiantou. O Órgão de Coordenação para Análise de Ameaças aumentou o nível de alerta para 4, o mais alto, em Bruxelas. No resto da Bélgica, fica no 3.

Um vídeo aparentemente do momento do crime, difundido pelas redes sociais, mostra uma pessoa com uma arma de fogo a disparar no meio de uma rua no bairro de Molenbeek. Enquanto as pessoas que estão na rua fogem, o atirador entra num edifício e pelo menos três tiros são audíveis.

Segundo o jornal "Het Laastste News", as duas vítimas seriam adeptos de futebol. Eram suecas, adianta a televisão sueca TV6, uma vez que vestiam camisolas daquela seleção. Estariam na capital belga para assistir ao Bélgica-Suécia, de apuramento para o Euro 2024. O jogo foi suspenso devido ao tiroteio.

De acordo com a imprensa belga, o alegado atirador gravou um vídeo em que diz pertencer ao grupo terrorista Estado Islâmico, reivindicando o ataque para "vingar os muçulmanos que vivem e morrem" pelo Islão. Ainda assim, a informação carece de confirmação oficial.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+