A+ / A-

Guerra Israel/Hamas

Esfaquamento de criança palestiniana nos EUA. Suspeito acusado de crimes de ódio

16 out, 2023 - 13:55 • Redação

O Departamento da Justiça dos EUA abriu uma investigação federal ao homicídio por suspeita de crime de ódio.

A+ / A-

Um homem de 71 anos foi esta segunda-feira formalmente acusado de homicídio e crimes de ódio depois de esfaquear um menino muçulmano de seis anos até à morte e ferir gravemente a sua mãe em Plainfield, no estado norte-americano do Illinois, segundo avança a BBC News.

O rapaz, esfaqueado mais de 20 vezes, morreu no hospital. A mãe sofreu mais de uma dúzia de facadas, mas é esperado que sobreviva.

No comentário ao ataque ocorrido no sábado, o Presidente dos EUA, Joe Biden, disse ter ficado "enojado".

“Este horrível ato de ódio não tem lugar na América e vai contra os nossos valores fundamentais: a liberdade do medo pela forma como rezamos, aquilo em que acreditamos e quem somos”, destacou Biden.

Quando os agentes da polícia chegaram ao local do ataque, encontraram o homem sentado no chão do lado de fora da propriedade com um corte no rosto. Depois foi levado ao hospital para tratamento antes de ser interrogado.

As vítimas, com dupla nacionalidade palestiniana e norte-americana, foram encontradas num dos quartos da sua casa.

O homem foi indiciado por homicídio em primeiro grau, tentativa de homicídio em primeiro grau, crimes de ódio e agressão agravada.

No rescaldo do ataque, o gabinete do xerife local referiu que “ambas as vítimas deste ataque brutal foram alvos do suspeito por serem muçulmanas e pelo conflito em curso no Médio Oriente envolvendo o Hamas e os israelitas”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+