A+ / A-

Guerra no Médio Oriente

Portugueses retirados de Israel devem chegar a Lisboa na quarta-feira

10 out, 2023 - 13:16 • Marta Pedreira Mixão

Durante a noite deverá sair um voo da TAP, fretado pelo Estados Português, a partir de Larnaca com destino a Portugal.

A+ / A-

Os portugueses repatriados de Israel poderão chegar a Lisboa esta quarta-feira, segundo informa o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).

Em comunicado enviado à Renascença, o gabinete de João Gomes Cravinho esclarece que o primeiro grupo de 80 pessoas que sinalizaram a intenção de voltar para Portugal já se encontra em Chipre.

O Ministério refere que esta noite deverá sair um voo da TAP, fretado pelo Estados Português, a partir de Larnaca com destino a Portugal, que deverá chegar a Lisboa na quarta feira.

O C-130 da Força Aérea portuguesa deverá realizar ainda esta noite um novo voo para Telavive, tendo em conta as permissões das autoridades israelitas, para transportar o restante grupo de portugueses para a cidade cipriota de Lanarca.

No entanto, segundo refere o comunicado, devido às "complexas condições de operação em território israelita, os planos de voo podem sofrer alterações, as quais estão permanentemente a ser comunicadas aos cidadãos sinalizados para esta missão, que está a ser operacionalizada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e pelo Ministério da Defesa Nacional".

O ministro dos Negócios Estrangeiros português tinha adiantado, na segunda-feira, que cerca de 190 portugueses manifestaram intenção de deixar Israel.

João Gomes Cravinho explicou que estes voos de repatriamento irão decorrer entre Telavive e Chipre (Larnaca), através da aeronave C-130 da FAP.

Sobre a existência de portugueses ou descendentes de portugueses entre as vítimas mortais ou reféns do Hamas, que lançou no sábado uma ofensiva contra Israel, o chefe da diplomacia portuguesa referiu, na segunda-feira, que não tinha nenhuma confirmação oficial.

"Circula informação que não sabemos confirmar. As autoridades israelitas não conseguem confirmar, de uma portuguesa nessas circunstâncias. Enquanto não tivermos essa informação, não podemos adiantar mais”, frisou.

Segundo o ministro, há registo de 3.000 portugueses em Israel, sendo que “a grande maioria vive lá, tem dupla nacionalidade e não tem manifestado interesse” em viajar para Portugal.

O MNE tinha informado anteriormente que “o atendimento no Gabinete de Emergência Consular foi reforçado”, sublinhando que “os contactos devem apenas ser feitos para estes números - +351217929714 / +351961706472 (chamadas telefónicas regulares) ou através do e-mail gec@mne.pt”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+