Tempo
|
A+ / A-

Reino Unido acusa Rússia de planear explorar minas no Mar Negro

05 out, 2023 - 06:30 • Redação

Segundo o site The Guardian, o Reino Unido disse que a Rússia não queria atacar diretamente os navios mercantes usando o recém-criado corredor humanitário da Ucrânia com mísseis, mas em vez disso tentar destruí-los secretamente.

A+ / A-

A Grã-Bretanha acusou a Rússia de conspirar para sabotar navios-tanque civis carregados com grãos ucranianos, plantando minas marítimas nas proximidades dos portos do país no Mar Negro.

Com base no que disse ser inteligência desclassificada, o Reino Unido disse que a Rússia não queria atacar diretamente os navios mercantes usando o recém-criado corredor humanitário da Ucrânia com mísseis, mas em vez disso tentar destruí-los secretamente.

Segundo o site The Guardian, a Rússia procuraria então culpar a Ucrânia pela perda de qualquer navio numa tentativa de fugir à responsabilidade, continuou o Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico, e o Reino Unido disse que iria a público para dissuadir Moscovo de executar o plano.

James Cleverly, secretário dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, acusou a Rússia de “atacar perniciosamente” a navegação civil: “O mundo está a observar – e vemos claramente as tentativas cínicas da Rússia de culpar a Ucrânia pelos seus ataques".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+