Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

A primeira vez. Rússia chama cidadãos da Ucrânia para serviço militar obrigatório

02 out, 2023 - 09:28 • Redação

Estão convocados habitantes de quatro regiões ucranianas anexadas à Rússia, apesar do país não as controlar na totalidade.

A+ / A-

A Rússia deu início à segunda convocatória para o serviço militar obrigatório do ano, que, pela primeira vez, inclui cidadãos de quatro regiões anexadas da Ucrânia. A convocatória prolongar-se-á até 31 de dezembro.

As regiões em causa são Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia, anexadas à Rússia em setembro de 2022. Moscovo já tinha anexado a península da Crimeira em 2014.

Este conjunto de anexações "dá" à Rússia 15% do território ucraniano, mas Moscovo não controla estas regiões na totalidade a nível militar e político. A anexação é considerada uma violação do direito internacional.

O país quer recrutar 130 mil cidadãos entre os 18 e os 27 anos, o que daria para lotar sete pavilhões como o Altice Arena, em Lisboa, ou 16 como o Pavilhão Rosa Mota, no Porto.

A multa para quem não comparecer ao recenseamento militar passa a ser de 30 mil rublos (cerca de 300 euros).

A partir de 1 de janeiro de 2024, a idade máxima para frequentar o serviço militar obrigatório, de acordo com a lei, passará a ser 30 anos – iniciativa avançada pelo ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, depois de centenas de milhares de homens com idade militar saírem do país, após a mobilização decretada por Vladmir Putin em setembro do ano passado.

As autoridades russas afirmaram que os recrutas não serão enviados para as zonas de ação militar na Ucrânia ou para as unidades que ocupam estas “novas regiões”.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    03 out, 2023 Lisboa 17:52
    Quando vos passarem armas para as mãos, vejam se estão carregadas com munição real, e em caso afirmativo, sugiro que o primeiro uso a dar-lhes seja nos oficiais e soldados russos à volta. Se não estiverem carregadas, desertem na primeira oportunidade e levem para a Ucrânia Livre, tudo aquilo a que consigam deitar mão ...

Destaques V+