Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Reunião entre Lula e Zelensky foi "conversa franca e construtiva"

21 set, 2023 - 00:34 • Lusa

"As equipas diplomáticas receberam instruções para trabalhar nas próximas etapas das relações bilaterais e nos esforços para restaurar a paz. O representante brasileiro continuará a trabalhar nas reuniões sobre a Fórmula de Paz", acrescentou.

A+ / A-

O Presidente brasileiro e o seu homólogo ucraniano estiveram reunidos esta quarta-feira, com Lula da Silva a salientar "a importância dos caminhos para construção da paz" e Volodymyr Zelensky a referir a "conversa franca e construtiva".

Após o encontro, que começou por volta das 16h00 no hotel onde o Presidente brasileiro está hospedado durante a sua estadia na cidade norte-americana para participar da 78.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, os dois chefes de Estados lançaram breves notas nas suas redes sociais.

"Hoje me reuni em Nova Iorque com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky. Tivemos uma boa conversa sobre a importância dos caminhos para construção da paz e de mantermos sempre o diálogo aberto entre nossos países", escreveu Lula da Silva, na nota, acompanhada por uma fotografia dos dois.

Por outro lado, Volodymyr Zelensky frisou que ambos tiveram "uma conversa franca e construtiva".

"As equipas diplomáticas receberam instruções para trabalhar nas próximas etapas das relações bilaterais e nos esforços para restaurar a paz. O representante brasileiro continuará a trabalhar nas reuniões sobre a Fórmula de Paz", acrescentou.

O encontro entre Lula da Silva e Volodymyr Zelensky, que aconteceu depois da reunião que o líder brasileiro teve com o Presidente norte-americano, Joe Biden, contou ainda com a presença do o chefe de gabinete da Presidência ucraniana, Andrii Iermak, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, um assessor para a política externa e o assessor para assuntos militares da Ucrânia, de acordo com a imprensa brasileira.

A comitiva de Lula da Sila contou com ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, o secretário de Comunicação Social, Paulo Pimenta, e o assessor especial de assuntos internacionais da Presidência, Celso Amorim.

Mais tarde, um comunicado do Itamaraty, relativamente a uma conferência de imprensa do ministro das Relações Exteriores refere "os presidentes instruíram suas equipes a continuarem em contacto e o presidente Lula disse que um representante continuará participando das reuniões do Processo de Copenhaga, para discutir possibilidades de paz".

"O presidente Lula e o presidente Zelensky tiveram uma longa discussão em um ambiente tranquilo e amigável. Trocaram informações sobre os países e a situação do mundo neste momento", acrescentou o ministro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+