Tempo
|
A+ / A-

Dois cargueiros civis atracaram na Ucrânia para carregar 20 mil toneladas de trigo

17 set, 2023 - 02:54 • Redação com Agências

O carregamento destina-se aos mercados mundiais, essencialmente a países como Egito e Israel.

A+ / A-

Dois navios de carga chegaram, nas últimas horas, a um porto ucraniano depois de terem atravessado o Mar Negro e utilizando uma nova rota.

A informação é avançada pelas agências internacionais que citam as autoridades portuárias ucranianas.

Os navios vão carregar cerca de 20 mil toneladas de trigo com destino essencialmente ao Egipto e a Israel, segundo o Ministério da Agricultura da Ucrânia.

Será esta a primeira vez que navios civis chegam a um porto ucraniano desde a tentativa fracassada para um acordo com a Rússia para garantir a segurança das embarcações.

A notícia surge depois de a Rússia ter abandonado, em julho, um acordo apoiado pelas Nações Unidas que facilitava as exportações ucranianas de cereais a partir de zonas portuárias junto ao Mar Negro

Nessa sequência, Moscovo ameaçou tratar os navios civis que navegam para a Ucrânia como “potenciais alvos militares”.

Entretanto, a Comissão Europeia diz-se pronta a reintroduzir restrições, se a situação do mercado agrícola o justificar.

A reação de Bruxelas foi conhecida após à decisão da Hungria e da Polónia que se opuseram ao fim da proibição imposta por cinco Estados-membros da União Europeia à passagem de cereais ucranianos, como forma de proteger os seus agricultores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+