Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Exportação de cereais. Putin rejeita novo acordo até Ocidente cumprir exigências russas

04 set, 2023 - 15:10 • Redação

Após encontro com Erdogan, Putin anunciou estar "aberto a negociar" acordo suspenso "assim que forem levantadas as restrições às exportações russas".

A+ / A-

Após um encontro de três horas entre os líderes russo e turco esta segunda-feira, o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, saudou a colaboração com a Turquia e as diligências encetadas por Tayyip Recep Erdogan para a retomada do acordo de exportação de cereais pelo Mar Negro.

Contudo, Putin deixou a ressalva de que não haverá nenhum novo acordo enquanto o Ocidente não cumprir as exigências de Moscovo, culpando os EUA e o Ocidente de dificultarem o processo.

Em conferência de imprensa após a reunião com Putin, o Presidente turco disse acreditar "estar próximo de chegar a um acordo que corresponda às expectativas turcas".

"Nós preparámos um novo pacote de propostas com o conhecimento das Nações Unidas e acredito que seja possível obter resultados", avançou Erdogan citado pela AFP.

"Acredito que uma solução que irá satisfazer as expectativas da Turquia será alcançada em breve", reforçou Erdogan.

Já Putin anunciou estar aberto a negociar a retoma do acordo se o Ocidente levantar as restrições sobre a exportação de produtos agrícolas russos.

"Estamos prontos para considerar a possibilidade de retomar o acordo dos cereais e foi isso que disse novamente hoje ao Senhor Presidente [Erdogan]", disse o líder russo em conferência de imprensa ao lado do homólogo turco. "Faremos isso assim que todos os acordos sobre o levantamento das restrições à exportação de produtos agrícolas russos forem totalmente implementados."

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+