Tempo
|
A+ / A-

UNESCO alerta para uso da Inteligência Artificial nas escolas e nas universidades

07 set, 2023 - 11:28 • Lusa

A UNESCO propõe fixar nos 13 anos a idade mínima para que os alunos possam utilizar a ferramenta em contexto escolar.

A+ / A-

A UNESCO pediu esta quinta-feira aos governos para regularem com rapidez o uso da Inteligência Artificial Generativa (IA) nas escolas no sentido de garantirem a ética e concentrando nos humanos a educação e a investigação.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) divulgou as orientações mundiais sobre a utilização da IA, propondo fixar nos 13 anos a idade mínima para que os alunos possam utilizar a ferramenta em contexto escolar.

O organismo da ONU sublinhou ainda que os professores devem possuir formação adequada, assim como devem ser estabelecidas normas mundiais, nacionais e regionais para a proteção dos dados e da privacidade.

A UNESCO alertou que o uso da IA está a agravar o fosso digital de dados e que os modelos atuais de ChatGPT usam dados de utilizadores que refletem os valores e as normas sociais dominantes do Norte do globo.

No mês de junho, a UNESCO advertiu que a utilização da IA Generativa nas escolas está a implementar-se com excessiva rapidez através de uma "preocupante falta de escrutínio, controlo e regulação".

A IA Generativa pode criar textos, imagens, vídeos, música e códigos de programação informática, acabando por provocar profundas implicações para a educação e para os processos de investigação.

Uma sondagem recente realizada pela UNESCO junto de mais de 450 escolas e universidades indicou que apenas dez por cento implementou normas sobre o uso desta ferramenta tecnológica devido, sobretudo, à falta de normas nacionais.

"A IA Generativa pode ser uma grande oportunidade para o desenvolvimento humano, mas também pode causar danos e preconceitos", frisou a diretora geral da UNESCO, Audrey Azoulay.

Assim, afirmou, "a ferramenta (IA) não pode integrar-se na educação sem o compromisso público e sem as salvaguardas e regulações necessárias por parte dos governos".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+