Tempo
|
A+ / A-

Trump amplia vantagem entre base republicana face a DeSantis e rivais

05 set, 2023 - 20:39 • Lusa

Os restantes candidatos Republicanos não ultrapassaram os 10% nem nesta sondagem realizada entre 25 e 31 de agosto, nem na anterior.

A+ / A-

O ex-presidente norte-americano Donald Trump ampliou a sua vantagem na corrida à nomeação Republicana para as presidenciais de 2024, superando o governador da Florida, Ron DeSantis, em mais de 30 pontos, segundo uma sondagem da CNN divulgada esta terça-feira.

De acordo com o levantamento, 52% dos eleitores Republicanos dizem que apoiariam Trump para a nomeação do partido, em comparação com 18% que afirmam que apoiariam DeSantis. Na última sondagem realizada pelo mesmo canal de notícias, entre os dias 13 e 17 de junho, esses dois candidatos haviam obtido 47% e 26% das intenções de voto, respetivamente.

Os restantes candidatos Republicanos não ultrapassaram os 10% nem nesta sondagem realizada entre 25 e 31 de agosto, nem na anterior.

Além disso, 65% dos eleitores conservadores dizem estar convencidos da sua decisão e descartam mudar de ideias à medida que a abertura das urnas se aproxima.

Sete em cada dez Republicanos consideram Trump o mais qualificado para gerir a economia, muito à frente de DeSantis (9%), do ex-vice-presidente Mike Pence (4%) ou da ex-embaixadora norte-americana na ONU Nikki Haley (3%), e acreditam também que o magnata é o melhor candidato para lidar com as questões da imigração (65%).

Trump também permanece na liderança como o melhor candidato para abordar a situação da Ucrânia (63%), crime e segurança (54%) e educação (42%), assim como o aborto (44%) ou políticas climáticas e energéticas (49%).

A maior preocupação deste eleitorado, caso Trump seja o candidato escolhido para 2024, é que a oposição o ataque ou se recuse a trabalhar com ele (8%), ou ainda a sua "falta de tato" (8%) e má imagem pública (7%).

Apenas 6% dizem estar preocupados com as diversas acusações criminais que o ex-presidente enfrenta.

O antigo chefe de Estado é acusado em quatro processos criminais: dois por interferência eleitoral em Washington e na Geórgia, outro na Florida por se ter apoderado de documentos confidenciais da Casa Branca quando deixou o poder, e o quarto corre em Nova Iorque, por pagamento de subornos à atriz pornográfica Stormy Daniels.

Cerca de 5% dos Republicanos admitem estar preocupados com o "ego" e "arrogância" do magnata, a mesma percentagem dos que acreditam que as eleições podem ser manipuladas contra ele, enquanto 4% dizem estar preocupados com a sua personalidade "em geral" e com a possibilidade de que a sua eleição possa levar a tumultos ou a uma "guerra civil".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+