Tempo
|
A+ / A-

Seleção masculina de Espanha condena "comportamentos inaceitáveis" de Rubiales

04 set, 2023 - 20:30 • Lusa

Jogadores mostraram solidariedade com a seleção feminina e consideraram que Rubiales "não esteve à altura da instituição que representa”.

A+ / A-

Os jogadores da seleção masculina de futebol de Espanha condenaram esta segunda-feira os "comportamentos inaceitáveis" do presidente da federação espanhola da modalidade, Luis Rubiales, que beijou uma jogadora da equipa nacional feminina.

“Queremos rejeitar aquilo que consideramos comportamentos inaceitáveis por parte do senhor Rubiales, que não esteve à altura da instituição que representa”, disseram os jogadores, num comunicado lido aos meios de comunicação social pelo capitão da seleção espanhola, Alvaro Morata, em Madrid, no primeiro dia da concentração da equipa para os jogos de qualificação para o campeonato europeu de 2024.

O futebolista, que alinha no Atlético de Madrid, afirmou que o comunicado era “de todos os jogadores” da seleção, que estavam presentes na sala em que leu o texto.

Os jogadores manifestaram “orgulho” e “a mais sincera felicitação” à seleção feminina pela conquista do título de campeãs do mundo no mundial que decorreu na Nova Zelândia e na Austrália no mês passado.

“Um feito histórico, carregado de significado, que marcará um antes e um depois no futebol feminino espanhol, inspirando muitíssimas mulheres com um triunfo de valor incalculável”, disse Morata, lendo o comunicado.

Os jogadores da seleção lamentaram, neste contexto, os “acontecimentos que prejudicaram a imagem do futebol espanhol”, numa referência ao comportamento de Rubiales no estádio de Sydney, em 20 de agosto, durante e depois a final do campeonato do mundo feminino.

Rubiales beijou a jogadora Jenni Hermoso na boca, o que a futebolista disse depois não ter sido consentido, ao contrário do que tem afirmado o presidente da federação.

Antes, na bancada do estádio, Rubiales tinha tocado os próprios genitais para celebrar a vitória espanhola.

Os jogadores da seleção lamentaram, neste contexto, os “acontecimentos que prejudicaram a imagem do futebol espanhol”, numa referência ao comportamento de Rubiales no estádio de Sydney, em 20 de agosto, durante e depois a final do campeonato do mundo feminino.

Rubiales beijou a jogadora Jenni Hermoso na boca, o que a futebolista disse depois não ter sido consentido, ao contrário do que tem afirmado o presidente da federação.

Antes, na bancada do estádio, Rubiales tinha tocado os próprios genitais para celebrar a vitória espanhola.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+