A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Acordo de cereais. Putin e Erdogan encontram-se na próxima semana

01 set, 2023 - 13:46 • Lusa

Será o primeiro encontro entre Putin e Erdogan após a Rússia se ter retirado, em julho, do pacto de exportação de cereais ucranianos através do Mar Negro

A+ / A-

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e seu homólogo turco vão reunir-se na segunda-feira, em Sochi, para discutir a guerra na Ucrânia e a retomada do acordo de exportação dos cereais ucranianos pelo Mar Negro, anunciou o Kremlin esta sexta-feira.

"As negociações terão de facto lugar na segunda-feira, em Sochi", confirmou hoje o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, na sua conferência de imprensa diária.

Peskov acrescentou que o encontro entre Putin e o chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan, acontecerá "ao meio-dia", horário local (14h00 em Lisboa).

Será o primeiro encontro entre Putin e Erdogan após a Rússia se ter retirado, em julho, do pacto de exportação de cereais ucranianos através do Mar Negro, alegando incumprimento do "lado ucraniano" deste acordo.

A reunião anterior entre os presidentes russo e turco ocorreu em 13 de outubro do ano passado, em Astana. Neste ano, ambos conversaram por telefone em 02 de agosto.

A cimeira em Sochi realiza-se dias após as negociações russo-turcas no âmbito dos ministros dos Negócios Estrangeiros, que Moscovo acolheu esta semana.

A Turquia acredita que não há alternativa à iniciativa do Mar Negro, que funcionou durante um ano.

Entretanto, a Rússia quer oferecer à Turquia o fornecimento de um milhão de toneladas de cereais russos a preço reduzido para que o cereal possa ser processado em empresas turcas e posteriormente enviado para os países mais necessitados.

Esta proposta russa é uma iniciativa do presidente Putin e Moscovo considera-a "uma alternativa ótima ao acordo do Mar Negro".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+