A+ / A-

Itália. Cinco trabalhadores ferroviários morrem colhidos por comboio

31 ago, 2023 - 06:15 • Lusa

"Não podemos descartar a possibilidade de ter havido um erro de comunicação", dizem as autoridades. Está a decorrer uma investigação.

A+ / A-
Cinco trabalhadores ferroviários morreram, na noite desta quarta-feira, ao serem colhidos por um comboio nos arredores de Turim, no norte de Itália, noticiaram vários meios de comunicação social italianos.

O comboio, que transportava vagões na linha entre Milão e Turim, circulava a uma velocidade de 160 quilómetros por hora. A equipa de funcionários de uma empresa subcontratada participava em trabalhos noturnos de manutenção, perto de Brandizzo, informaram as agências de notícias AGI e Ansa.

Os trabalhadores ferroviários foram arrastados por várias centenas de metros, indicou a AGI. Dois deles sobreviveram ao acidente.

O presidente da câmara de Brandizzo, Paolo Bodoni, disse à AGI que a equipa de resgate descreveu uma "cena assustadora, com restos humanos ao longo de 300 metros". "É uma tragédia enorme", afirmou.

"Não podemos descartar a possibilidade de ter havido um erro de comunicação", acrescentou o político, salientando que está a decorrer uma investigação.

A empresa responsável pela gestão da rede ferroviária italiana expressou "profunda tristeza" pelo sucedido e enviou condolências às famílias das vítimas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+