A+ / A-

Aeroportos de Moscovo suspendem voos após ataque de 'drone'

26 ago, 2023 - 13:55 • Lusa

Autoridades russas culpam a Ucrânia, mas as autoridades ucranianas ainda não assumiram o envolvimento.

A+ / A-

Um novo ataque de 'drones' a Moscovo obrigou este sábado ao encerramento temporário dos três principais aeroportos que servem a cidade, informaram os media estatais russos.

As autoridades culparam a Ucrânia pelo que parece ser o mais recente dos ataques quase diários à capital russa e à região circundante, mas as autoridades ucranianas ainda não assumiram o envolvimento.

Desde o início deste ano, Kiev tem procurado levar a guerra de 18 meses para o coração da Rússia, afirmando também, recentemente, que estava por detrás dos ataques a meios militares russos muito atrás das linhas da frente.

O Ministério da Defesa da Rússia e o autarca de Moscovo, Sergey Sobyanin, disseram que um 'drone' foi abatido sobre o distrito de Istra, na região de Moscovo, cerca de 50 quilómetros (30 milhas) a oeste da Praça Vermelha. Sobyanin avançou num 'post' no Telegram que não houve relatos imediatos de vítimas ou danos.

De acordo com a agência estatal russa Tass, os aeroportos de Sheremetevo, Domodedovo e Vnukovo suspenderam esta manhã os voos por mais de uma hora.

Os canais russos do Telegram postaram hoje vídeos, alguns deles aparentemente de câmaras de segurança domésticas, do que alegaram ser a defesa aérea russa abatendo o 'drone'. Um vídeo mostra um carro estacionado à porta do que parece ser uma casa suburbana, cujo alarme começa a tocar segundos depois de duas explosões soarem à distância.

A Rússia e a Ucrânia trocaram vários ataques com 'drones' no início desta semana, com Kiev a ter aparentemente Moscovo como alvo e as forças do Kremlin a lançarem outro bombardeamento contra depósitos de armazenamento de cereais ucranianos, no que recentemente se tornou uma tática de assinatura.

Também esta semana, Kiev alegou ter destruído um importante sistema russo de defesa antimísseis terra-ar S-400 na Crimeia ocupada. Os media da Ucrânia afirmaram ainda que sabotadores ucranianos coordenados pelos serviços de inteligência militar de Kiev efetuaram dois ataques recentes com drones que destruíram e danificaram aviões bombardeiros em bases aéreas no interior da Rússia.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+