Tempo
|
A+ / A-

Trump acusado de tentar impedir acesso às imagens da sua mansão

28 jul, 2023 - 00:08 • Lusa

A+ / A-

A justiça norte-americana divulgou esta quinta-feira novas acusações contra Donald Trump, no processo relativo à retenção ilegal de documentos classificados, alegando que o ex-presidente e um assessor recém-acusado tentaram impedir que imagens das câmaras de vigilâncias fossem acedidas pelos investigadores.

Estas alegações foram produzidas numa acusação atualizada do grande júri, que acrescenta novas acusações contra Trump e adiciona outro suspeito ao caso, em que o republicano já foi alvo de 37 acusações criminais por levar caixas cheias de documentos confidenciais para a sua casa de Mar-a-Lago quando deixou a Casa Branca, em janeiro de 2021.

Trump foi agora acusado de pedir a um funcionário que excluísse as imagens da câmara de vigilância, noticiou a agência Associated Press (AP).

Donald Trump declarou-se inocente de todas as acusações.

O antigo chefe de Estado norte-americano continua a desvalorizar as alegações contra si, criticando o procurador do caso Jack Smith, apelidando-o de "tresloucado".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+