A+ / A-

Onda de calor no sul da Europa deve continuar a bater recordes

14 jul, 2023 - 20:12 • Redação

A culpa deve-se a uma área de alta pressão, com o nome de "Cérberos", vindo da mitologia grega, que veio de África para o continente europeu.

A+ / A-

A onda de calor que se tem feito sentir em Portugal e pelo resto do sul da Europa deve continuar a bater recordes nos próximos dias.

No sábado, Atenas deverá atingir 42 graus, na segunda-feira Sevilha pode registar 41 graus e na terça-feira Roma pode sentir 40 graus.

A culpa deve-se a uma área de alta pressão, com o nome de "Cérberos", vindo da mitologia grega, que veio de África para o continente europeu.

Os especialistas calculam que este tipo de fenómenos sejam cada vez mais recorrentes na Europa, durante o verão,

Na semana anterior, vários dias bateram o recorde para o dia mais quente desde que há registos.

Na Europa, o dia mais quente de sempre registou-se na Sicília, em 2021, com 48 graus.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+