Tempo
|
A+ / A-

Bloqueio de Erdogan

Scholz diz que adesão da Turquia à UE "não tem ligação" a entrada da Suécia na NATO

10 jul, 2023 - 15:06 • João Pedro Quesado

Para o chanceler alemão, a Suécia "cumpre todos os requisitos" para a entrada na NATO.

A+ / A-

Olaf Scholz diz que a candidatura da Turquia à União Europeia não está ligada à adesão da Suécia à NATO. De acordo com o jornal britânico The Guardian, o chanceler alemão reagiu assim às declarações de Recep Tayyip Erdogan, que colocou esta segunda-feira uma nova condição para deixar cair o bloqueio que forma juntamente com a Hungria.

Em Berlim, Scholz declarou que a Suécia "cumpre todos os requisitos" para a entrada na NATO, acrescentando que "a outra questão" - a da adesão da Turquia à União Europeia - "não tem ligação" a este assunto.

"Peço a estes países que estão a fazer a Turquia esperar à porta da UE há mais de 50 anos", disse o Presidente da Turquia antes de partir para Vilnius, onde entre amanhã e quarta-feira decorre a cimeira da NATO. "Primeiro, abram a porta da UE à Turquia e depois abriremos a porta à Suécia, tal como fizemos com a Finlândia."

A adesão da Turquia à UE está congelada há vários anos, após as negociações terem sido lançadas em 2005 sob o primeiro mandato de Recep Tayyip Erdogan como primeiro-ministro.

As relações de Ancara com os Estados-membros da UE azedaram há vários anos, sobretudo depois da tentativa de golpe falhada na Turquia em 2016. Contudo, o bloco europeu continua a dependente da ajuda do aliado da NATO, sobretudo no que toca a questões migratórias.

Erdogan não esclareceu se esta é mesmo uma nova condição para a adesão da Suécia à NATO, ou se simplesmente tem a intenção de voltar a colocar o assunto na agenda da União Europeia.

Também a Casa Branca quis desvalorizar qualquer ligação entre os dois temas. Segundo a Reuters, o porta-voz de segurança nacional afirmou que os Estados Unidos sempre apoiaram os desejos da Turquia integrar a União Europeia, e continuam a fazê-lo, mas acrescentou que essas discussões eram um assunto apenas entre a Turquia os membros da UE.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+