A+ / A-

Qu Dongyu reeleito diretor-geral da FAO até 2027

02 jul, 2023 - 16:04 • Lusa

Diplomata chinês foi reeleito para um segundo mandato com 168 votos, em 182, a favor.

A+ / A-

Este domingo, o diplomata chinês Qu Dongyu foi reeleito diretor-geral da FAO - Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação - por quatro anos, com 168 votos a favor, anunciou a organização.

Dongyu foi eleito com 168 dos 182 votos expressos, numa votação secreta, que decorreu na conferência ministerial, indicou, em comunicado, a FAO. O novo mandato tem início a 1 de agosto e decorre até 31 de julho de 2027.

Antes de suceder, em 2019, ao brasileiro José Graziano da Silva à frente da FAO, Qu Dongyu, de 59 anos, foi vice-ministro da Agricultura. Este responsável é especialista em plantas e genética e tem um doutoramento pela universidade agrária de Wageningen, nos Países Baixos.

Os diretores-gerais da FAO só podem ser eleitos por dois mandatos consecutivos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+