Tempo
|
A+ / A-

Prigozhin está na Bielorrússia

27 jun, 2023 - 15:07 • Ricardo Vieira

O Presidente bielorrusso sublinha que há "garantias de segurança" para o exílio do líder do grupo Wagner.

A+ / A-

O líder do grupo de mercenários Wagner, Yevgeny Prigozhin, já está na Bielorrússia, anunciou esta terça-feira o Presidente Alexander Lukashenko, citado pela agência de notícias estatal.

“Vejo que Prigozhin voou a bordo deste avião – sim, de facto ele está na Bielorrússia hoje”, disse o líder bielorrusso.

Alexander Lukashenko adianta que Prigozhin vai ficar na Bielorrússia às custas do grupo Wagner.

O Presidente bielorrusso sublinha que há "garantias de segurança" para o exílio de Prigozhin no país, na sequência da rebelião militar do fim de semana.

Lukashenko mediou o conflito e, no sábado, os soldados do grupo Wagner recuaram na sua marcha quando já estavam a 200 quilómetros de Moscovo.

Na segunda-feira, Prigozhin disse que não pretendia derrubar o Presidente russo, Vladimir Putin, mas apenas evitar o desmantelamento do grupo Wagner.

Putin acusa os líderes da Wagner de traição e elogiou os militares que conseguiram evitar um "banho de sangue" na Rússia.

O Presidente russo dá várias alternativas aos mercenários da Wagner: serem integrados no Exército russo, irem para casa ou para a Bielorrússia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    27 jun, 2023 Trofa 16:03
    Preparem-se, isto tudo foi um teatro, este fulano vai atacar kiev pela Bielorussia.

Destaques V+