Tempo
|
A+ / A-

Em atualização

Grupo Wagner invade cidade russa de Rostov. Civis devem manter-se em casa

24 jun, 2023 - 00:49 • João Malheiro

Segundo o líder paramilitar, o Grupo Wagner já está na cidade de Rostov, no sudoeste da Rússia.

A+ / A-
Veículos militares blindados circulam por Rostov, cidade da Rússia, após revolta do Grupo Wagner Foto: Reuters
Veículos militares blindados circulam por Rostov, cidade da Rússia, após revolta do Grupo Wagner Foto: Reuters
Foto: Reuters
Foto: Reuters

O Grupo Wagner já terá invadido a cidade de Rostov, no sudoeste da Rússia.

Num áudio divulgado no Telegram, Yevgeny Prigozhin alega que forças russas não ofereceram resistência e permitiram a entrada do grupo.

"Se alguém se meter no nosso caminho, vamos destruir tudo", ameaçou, citado pela BBC.

O líder do Grupo Wagner alega ter abatido um helicóptero russo, depois do veículo ter disparado contra civis.

Esta informação não foi verificada por nenhum observador independente, nem há provas fornecidas nesse sentido.

As forças do grupo paramilitar estarão a atravessar fronteiras russas e a serem "bem recebidos e abraçados".

Nessa mesma cidade, foram avistados veículos militares blindados russos, depois do Kremlin ter aumentado o nível de segurança na cidade e em Moscovo.

O governador regional russo, responsável por Rostov, pediu aos civis para se manterem em casa.

"Mantenham-se calmos e não saiam à rua sem necessidade", apelou Vasily Golubev, via Telegram.

A CNN relata que o Pentágono está a acompanhar a situação, com uma fonte citada a afirmar que "isto é uma situação real".

No Twitter, o Ministério de Defesa ucraniano publicou apenas: "Estamos a observar".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+