Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia. Colapso da barragem terá sido causado por explosivos russos

18 jun, 2023 - 12:08 • Pedro Valente Lima

Engenheiros e especialistas ouvidos pelo The New York Times dizem que danos visíveis e atividade sísmica apontam para uma grande explosão no interior da infraestrutura. Galerias na base da barragem seriam o "calcanhar de Aquiles".

A+ / A-

O colapso da barragem de Kakhovka, no sul da Urcânia, terá sido causado pela detonação de explosivos plantados no interior da infraestrutura pelas forças russas, sugere uma investigação do The New York Times.

Segundo o jornal nova-iorquino, que ouviu vários especialistas em engenharia e detonações, os equipamentos explosivos terão sido colocados ao longo de umas galerias que percorrem o interior da base de cimento da barragem. De acordo com Kiev, a infraestrutura está sob controlo russo praticamente desde o início da guerra.

Tendo sido contruída na época de domínio soviético, Moscovo teria à mão todos os planos sobre a estrutura - incluindo informação sobre o que o The New York Times apelida de "calcanhar de Aquiles" da barragem.

"Se o objetivo é destruir a barragem em si, é preciso uma grande explosão. As galerias são o local ideal para colocar material explosivo", sublinha Michael West, engenheiro geotécnico e especialista em análise de segurança de barragens, ao The New York Times.

Durante a madrugada de 6 de junho, as estações sísmicas da Roménia e da Ucrânia detetaram, entre as 2h30 e as 3h00, "sinais de grandes explosões" vindas da zona da barragem. Por outro lado, nota o jornal norte-americano, o nível da água caiu, mas ainda assim não o suficiente para que a parte da estrutura que colapsou ficasse visível, o que indica que os danos se concentraram na base da barragem.

Por outro lado, Ihor Strelets, engenheiro ucraniano responsável pela gestão das águas do rio Dnipro entre 2005 e 2018, garante que as bases da infraestrutura foram construídas para aguentar praticamente qualquer ataque externo.

Strelets também acredita que os explosivos sejam "a única explicação", mas não quer que "a sua teoria esteja correta", uma vez que significaria a perda total da utilidade da barragem.´

Contudo, os especialistas citados pelo jornal norte-americano mostram alguma cautela nas conclusões a tirar, pelo que apontam para uma investigação integral no terreno para que se possa analisar a sequência de eventos exata que levou ao colapso da barragem de Kakhovka.

A erosão da estrutura devido à força da água - sobretudo se o material utilizado na construção da barragem não for da melhor qualidade, ou as passagens terem sido mal planeadas - é uma hipótese bastante improvável para os engenheiros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+