Tempo
|
A+ / A-

ONU corta ajuda aos sírios para quase metade por falta de financiamento

13 jun, 2023 - 19:52 • Redação com Lusa

Segundo a ONU, o número de crianças desnutridas no nordeste da Síria aumentou mais de 150% na segunda metade de 2022.

A+ / A-

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou, esta terça-feira, que terá de reduzir para quase metade o auxílio aos sírios que necessitam de ajuda alimentar básica, devido à falta de financiamento.

“Uma crise de financiamento sem precedentes na Síria está a forçar o Programa Alimentar Mundial [PAM] a reduzir a sua assistência alimentar básica em 2,5 milhões de pessoas, em comparação com os 5,5 milhões que ajudou até agora”, afirmou o PAM em comunicado.

Segundo dados da ONU, 90% dos 18 milhões de sírios vivem na pobreza. O número de crianças desnutridas no nordeste da Síria aumentou mais de 150% na segunda metade de 2022, com pelo menos 10 mil crianças desnutridas a mais do que nos seis meses anteriores.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+