A+ / A-

Paraplégico volta a andar graças a implante cerebral

24 mai, 2023 - 17:54 • Ricardo Vieira

“Sinto-me um bebé, a aprender a andar outra vez”, afirma Gert-Jan Oskam

A+ / A-

Um homem, que ficou paraplégico após um acidente, voltou a andar mais de uma década depois com a ajuda de um implante no cérebro.

O avanço em fase experimental, agora publicado na revista “Nature”, foi liderado por uma equipa de investigadores suíços.

Gert-Jan Oskam, um cidadão neerlandês de 40 anos, ficou paraplégico há 12 anos, devido a um acidente quando andava de bicicleta.

Foi agora submetido a uma delicada cirurgia pela equipa liderada pela neurocirurgiã Jocelyne Bloch, Professora da Universidade de Lausanne.

Gert-Jan Oskam recebeu um conjunto de implantes no cérebro e na espinal medula, que comunicam entre si e transmitem ordens às pernas.

O homem consegue levantar-se, dar passos com a ajuda de um andarilho e subir escadas.

“Sinto-me um bebé, a aprender a andar outra vez”, disse Gert-Jan Oskam, à BBC.

“Foi uma longa jornada, mas agora posso levantar-me e beber uma cerveja com os meus amigos. É um prazer que muitas pessoas não compreendem”, descreve o homem que voltou a andar.

[notícia corrigida - Gert-Jan Oskam ficou paraplégico após acidente e não tetraplégico]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipa canhoto Ferre
    23 nov, 2023 Viseu 18:06
    Ajudem a encontrar o email do hospital por favor
  • Cidadao
    24 mai, 2023 Lisboa 17:32
    Isto sim, são notícias que vale a pena ler. Um triunfo da Ciência e novas possibilidades para muita gente que pensava não mais largar a cadeira de rodas. Boa Sorte

Destaques V+