Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia precisa de 150 caças para substituir frota

22 mai, 2023 - 21:24 • Lusa

O porta-voz da Força Aérea ucraniana não confirmou o número exato de aviões que os aliados ocidentais prometeram fornecer à Ucrânia, indicando tratar-se de "dezenas".

A+ / A-

O porta-voz da Força Aérea ucraniana, Yuri Ignat, estimou hoje em cerca de 150 o número de aviões de combate ocidentais necessários para substituir e modernizar a atual frota ucraniana de caças da era pós-soviética.

Em declarações à agência noticiosa polaca PAP, Ignat não confirmou o número exato de aviões que os aliados ocidentais prometeram fornecer à Ucrânia, indicando tratar-se de "dezenas".

Ignat referiu ainda que algumas das armas fornecidas pelo Ocidente estão a ser subutilizadas por Kiev, como os mísseis AGM-88, atualmente lançados a partir do solo, mas cuja "potência aumentaria" se fossem lançados a partir de caças F-16.

O porta-voz da força aérea ucraniana apelou às potências ocidentais para que reforcem as capacidades militares da Ucrânia, a fim de este país poder enfrentar em pé de igualdade a Rússia, que possui uma tecnologia "muito melhor e mais moderna".

"Os mísseis russos estão armados com ogivas ativas autoguiadas. Graças aos caças F-16 e aos sistemas Patriot, seremos capazes de eliminar a vantagem russa", observou Ignat, defendendo mais uma vez o "fecho dos céus" como uma tarefa prioritária para Kiev.

"Os caças vão patrulhar os nossos céus, deslocar-se rapidamente entre aeroportos e detetar potenciais perigos [...]. Seremos capazes de efetuar ataques muito precisos contra os depósitos de armas e a logística russa", afirmou.

Sexta-feira passada, na cimeira do G7 em Hiroxima (Japão), o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que Washington apoia os seus aliados na formação de pilotos ucranianos na utilização de caças F-16, embora não tenha sido tomada nenhuma decisão concreta sobre a entrega destes aviões.

Os principais países europeus apoiaram a ideia dos Estados Unidos, tendo a Rússia alertado para o facto de a eventual entrega de caças F-16 poder representar "riscos colossais" para o Ocidente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+