Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Tribunal de Berlim autoriza bandeiras russas em monumento à vitória sobre o nazismo

07 mai, 2023 - 15:28 • Lusa

Decisão contraria a vontade inicial da polícia da capital alemã, que pretendia proibir as bandeiras russas e ucranianas nestes dias que comemoram a libertação da Alemanha nazi.

A+ / A-

Um tribunal de Berlim autorizou a exibição de bandeiras russas diante do monumento ao exército soviético em Tiergarten, a 9 de maio, comemorado na Rússia como o dia da vitória sobre a Alemanha nazi, noticiou a EFE, este domingo.

A polícia de Berlim anunciou a decisão do Tribunal Administrativo de Berlim na sua conta do Twitter, onde comunicou também que tinha apresentado um recurso de urgência contra a medida junto daquele tribunal superior.

A decisão do tribunal sobre a exibição de bandeiras russas segue-se a um juízo do mesmo tribunal, na sexta-feira, que autorizou a exibição de bandeiras ucranianas à volta dos principais monumentos soviéticos nos dias 8 e 9 de maio.

A polícia da capital alemã tinha inicialmente proibido as bandeiras russas e ucranianas nestes dias, que comemoram a libertação da Alemanha nazi.

O objetivo da polícia era "assegurar a proteção dos monumentos soviéticos" em Treptow, Tiergarten e Schönholzer Heide, que atraem todos os anos numerosos visitantes e veteranos de guerra nestes dois dias históricos.

Estão isentos da proibição os veteranos da Segunda Guerra Mundial, os diplomatas e as delegações dos países diretamente envolvidos na libertação da Alemanha de Hitler.

A Aliança das Organizações Ucranianas em Berlim interpôs um recurso contra a proibição das bandeiras ucranianas, seguido de um recurso do lado russo para permitir a presença de bandeiras ucranianas.

O memorial ao exército soviético que libertou Berlim, situado em Tiergarten, perto da emblemática Porta de Brandemburgo, bem como o Parque Treptow, atraem habitualmente milhares de pessoas no Dia da Capitulação para prestar homenagem aos 80 mil soldados soviéticos que tombaram na batalha de Berlim.

O que se encontra em Tiergarten foi construído em 1945 e incluía dois tanques soviéticos, o que levou a sucessivos debates sobre se deveriam ser removidos.

No Parque Treptow jazem cerca de sete mil desses soldados mortos, que são lembrados por uma imponente estátua de 30 metros de altura de um soldado que esmaga uma suástica com a sua espada.

No ano passado, a polícia de Berlim proibiu a exibição de bandeiras ucranianas ou russas em cerca de 15 locais de culto, para evitar provocações nesta altura do ano.

A Capitulação do Terceiro Reich foi assinada em Karlshorst, nos arredores da capital Berlim, na noite de 8 para 9 de maio de 1945, alguns dias depois de Adolf Hitler e a sua mulher Eva Braun se terem suicidado no seu bunker, em 30 de Abril.

Na Alemanha, a data mais importante é o dia 8, com o chamado Dia da Libertação, enquanto a Rússia comemora o dia 9 como Dia da Vitória.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    07 mai, 2023 Lisboa 18:38
    Os boches é que sabem lá das suas vidas... Mas já que estão numa de homenagear, não se esqueçam de fazer monumentos a homenagear os milhões de ucranianos que nos anos 30, morreram de fome depois do Estaline confiscar 4/5 das produções agrícolas da Ucrânia. Esse facto deve ajudar a explicar porque é que os ucranianos não podem ver russos nem pintados, e defendem-se deles numa guerra que dura há mais de 1 ano.

Destaques V+