Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia. Ataques a várias cidades fazem pelo menos 25 mortos

28 abr, 2023 - 04:16 • Marisa Gonçalves com agências

Regiões do centro e sul do país com relatos de explosões durante a madrugada, após um alerta para ataque aéreo.

A+ / A-

Ataques com mísseis russos, na madrugada desta segunda-feira, provocaram, pelo menos, 25 mortos na Ucrânia, avança a agência Reuters.

Em Dnipro, a quarta maior cidade da Ucrânia, no sudeste do país, há registo de duas mortes e três feridos. De acordo com as autoridades locais, citadas pela Associated Press, as vítimas são uma jovem e uma criança de dois anos.

Já na de Uman, na região centro, os ataques russos fizeram 23 vítimas mortais - incluindo quatro crianças - e vários feridos, depois de um míssil ter atingido um prédio residencial, apontou Ihor Taburets, chefe da administração militar local, citado pela Reuters.

Foram ouvidas explosões, às primeiras horas desta sexta-feira, na capital da Ucrânia, Kiev, e em várias outras regiões do país.

Segundo a agência ucraniana de notícias, Interfax, as explosões surgiram logo após um alerta de ataque aéreo ter sido emitido para todo o território ucraniano.

A edição on-line do jornal "Kiev Independent" adianta que as forças russas atacaram, com mísseis de cruzeiro, a cidade de Uman, na região de Cherkasy, no centro do país, tendo provocado cinco feridos.

De acordo com as agências internacionais de notícias foram ouvidas também explosões em Nikolayev, no sul, e em Poltava, no centro.

[Atualizado às 19h20 de 28 de abril de 2023]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+