Tempo
|
A+ / A-

Ministério Público suíço investiga aquisição do Credit Suisse pelo UBS

02 abr, 2023 - 18:29 • Redação

Objetivo da investigação é procurar irregularidades cometidas por reguladores, governantes e executivos dos dois bancos no processo de aquisição.

A+ / A-

A Procuradoria Federal da Suíça abriu uma investigação à aquisição Credit Suisse pelo UBS, avança a “Reuters” este domingo.

O objetivo é procurar irregularidades cometidas por reguladores, governantes e executivos dos dois bancos no processo de aquisição.

A compra do Credit Suisse pelo UBS coloca problemas de concorrência na Suíça devido ao tamanho e percentagem de mercado.

Thomas Jordan, presidente do Banco Central suíço, alertou para esta questão há poucos dias, mas defendeu também que não existia outra opção para salvar o Credit Suisse.

Ainda antes da compra, o UBS já era o banco mundial com maior número de fortunas, enquanto o Credit Suisse disputava com o norte-americano Morgan Stanley o segundo lugar.

Agora, o UBS tem mais de 4,59 biliões de euros de ativos nos seus cofres.

A entidade reguladora do setor financeiro suíço está a analisar a possibilidade de responsabilizar os administradores do Credit Suisse pela queda do banco.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+