Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Governo belga proíbe TikTok a ministros e funcionários

11 mar, 2023 - 00:12 • Lusa

Nas últimas semanas restrições similares foram tomadas pela União Europeia e pelos governos dos EUA e Canadá.

A+ / A-

O governo federal belga decidiu esta sexta-feira proibir o uso da aplicação da rede social chinesa TikTok nos aparelhos oficiais dos seus funcionários, por razões de segurança.

Nas últimas semanas medidas similares foram tomadas pela União Europeia e pelos governos dos EUA e Canadá.

"A aplicação TikTok fica desde já proibida a nível federal. É uma decisão lógica e necessária", disse um dos vice-primeiro-ministros, o ecologista Georges Gilkinet, ao anunciar na rede social Twitter a decisão.

A proibição aplica-se a ministros, aos seus gabinetes e ao funcionalismo público federal, segundo decidiu o Conselho Nacional de Segurança, no seguimento de um relatório dos serviços de informações, onde se apontaram os riscos de segurança da plataforma.

A empresa chinesa ByteDance, que é a proprietária da TikTok, garante desde há muito que não partilha os dados dos utilizadores com as autoridades chinesas.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    12 mar, 2023 Lisboa 20:01
    Então por essa lógica vai-se proibir o uso do Facebook, Google, Instagram e Twitter também? Mas está tudo louco?

Destaques V+