Tempo
|
A+ / A-

Turquia e Síria. Sobreviventes salvos 11 dias após sismo que já fez quase 44 mil mortes

17 fev, 2023 - 21:45 • Redação, com Lusa

Quatro pessoas resgatadas esta sexta-feira. Prosseguem os esforços para salvar vítimas do sismo que abalou a Turquia e a Síria a 6 de fevereiro.

A+ / A-

Um homem foi encontrado hoje com vida entre os escombros na província turca de Hatay, 11 dias depois dos sismos registados na Turquia e na Síria, revelaram autoridades turcas.

O número de mortos nos dois países já está próximo dos 44 mil, naquela que já é considerada a maior catástrofe natural do século na Europa.

A informação, partilhada pelo ministro turco da Saúde, Fahrettin Koca, na rede social Twitter e pelo canal de televisão privado NTV, diz respeito ao salvamento de Hakan Yasinoglu, um homem de 45 anos que sobreviveu 278 horas, ou seja cerca de onze dias, debaixo de escombros, em Atáquia, província de Hatay, perto da fronteira com a Síria.

A descoberta deste sobrevivente junta-se à de três outras pessoas, entre as quais um adolescente, encontradas hoje também em Atáquia, cidade devastada pelos dois sismos de 6 de fevereiro.

As hipóteses de sobrevivência parecem agora menores mais ao norte do país, em torno do epicentro do sismo, nas regiões montanhosas como Kahramanmaras, e nas regiões de Elbistan e Adiyaman, devido à neve e às baixas temperaturas, que descem aos 15 graus negativos durante a noite.

De acordo os dados mais recentes, os dois tremores de terra causaram 39.672 mortos e 108 mil feridos na Turquia. Na Síria, foram contabilizados cerca de cinco mil mortos.

A região afetada pelos dois sismos estende-se por 100.000 quilómetros quadrados, onde habitam 14 milhões de pessoas.

A Força Operacional Conjunta portuguesa, que nos últimos dias esteve em missão na Turquia, vai regressar este sábado a Portugal.

Segundo comunicado oficial da Proteção Civil, a chegada está prevista para as 12h30, no Terminal Militar de Figo Maduro, em Lisboa.

A equipa composta por 52 operacionais da Proteção Civil, da GNR, dos Bombeiros Sapadores de Lisboa e do INEM e ainda seis cães, partiu para a Turquia a 8 de fevereiro.

A equipa foi responsável por resgatar uma criança e um cão com vida, dos escombros do sismo na Turquia.

Veja o momento em que a missão portuguesa resgata "Tuga", o cão preso sob os escombros na Turquia
Veja o momento em que a missão portuguesa resgata "Tuga", o cão preso sob os escombros na Turquia
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+