Tempo
|
A+ / A-

EUA

FBI faz buscas na casa de praia de Joe Biden

01 fev, 2023 - 15:55 • Redação

Advogado do Presidente norte-americano assegura que as buscas acontecem “com total apoio e cooperação” de Biden.

A+ / A-

O FBI está a levar a cabo buscas na casa de praia do Presidente Joe Biden, em Delaware, nos Estados Unidos. De acordo com a CBS, em causa está uma investigação mais alargada sobre documentos confidenciais.

Segundo o New York Times, a polícia norte-americana continua a investigar a posse de documentos confidenciais. “Hoje, com total apoio e cooperação do Presidente, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos está a conduzir uma busca planeada na sua casa em Rehoboth,” disse Bob Bauer, advogado pessoal de Biden, em comunicado. "Concordamos em cooperar", sublinhou.

O Departamento de Justiça já tinha revistado a sua casa em Wilmington e também um antigo escritório em Washington.

Há algumas semanas, a Casa Branca divulgou que os advogados de Biden encontraram documentos confidenciais e registos oficiais em quatro ocasiões distintas - a 2 de novembro nos escritórios do Penn Biden Center em Washington, a 20 de dezembro na garagem da casa do presidente em Wilmington, Delaware, e em 11 e 12 de novembro na biblioteca da residência do chefe de Estado.

Joe Biden tem desvalorizado a polémica, garantindo que não está arrependido e que não existia qualquer caso.

A descoberta de documentos confidenciais, datados da vice-presidência de Biden (2009-2017), complica uma investigação federal sobre o ex-presidente Donald Trump, que, segundo o Departamento de Justiça, levou consigo centenas de registos marcados como confidenciais ao deixar a Casa Branca no início de 2021 e resistiu durante meses aos pedidos para devolvê-los ao Arquivo do país.

Ainda assim, os dois casos são diferentes - Biden, por exemplo, entregou voluntariamente os documentos encontrados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+