Tempo
|
A+ / A-

Prédio desaba na República Dominicana e faz um morto

19 jan, 2023 - 07:54 • Maria Costa Lopes

O desabamento de um prédio comercial na cidade de La Vega fez mais de 10 feridos.

A+ / A-

Um edifício onde funcionava uma loja de móveis colapsou na quarta-feira em La Vega, República Dominicana, com seis pessoas dentro, maioritariamente funcionários.

Quatro pessoas foram resgatadas logo após o acidente, mas duas mulheres ficaram presas nos escombros. Durante as buscas, os bombeiros terão conseguido falar com as duas e uma delas foi salva no início da noite, mas a última acabou por morrer ainda durante as operações de resgate.

Um vídeo nas redes sociais mostra o momento do resgate da sobrevivente. "Foram mais de sete horas de trabalho", pode ler-se no tweet do periódico Dominicano.

Dos restantes feridos, três já receberam alta, enquanto que um outro ainda se encontra em observação médica, disse Juan Manuel Méndez, diretor do Centro de Operações de Emergência (COE) local.

Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA
Foto: Luis Rosario/EPA

O prédio ficava localizado na província de La Vega, a 116 quilómetros da capital dominicana, Santo Domingo. O edifício tinha 30 anos e teria sofrido um incêndio em 2019, o que pode ter abalado as estruturas. O presidente dominicano, Luis Abinader, pediu uma investigação "para esclarecer as causas do incidente".

“Agimos desde que fomos notificados do desabamento de um prédio em La Vega. Acompanhamos as famílias dos feridos e fazemos todo o possível para preservar a vida daqueles que ficaram nos escombros”, escreveu, no Twitter.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+