Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Cerca de 70% da população de Xangai pode estar infetada

03 jan, 2023 - 19:05 • João Malheiro

Em declarações a um orgão de comunicação social detido pelo Partido Comunista Chinês, Chen Erzhen, que integra a equipa de peritos de Covid-19 de Xangai, refere que se pode tratar de uma onda de casos "20 ou 30 vezes maior" do que em abril e maio do ano passado.

A+ / A-

O diretor de um hospital em Xangai diz que cerca de 70% da população da maior cidade da China pode estar infetada com Covid-19, numa altura em que os profissionais de saúde do país estão a ser sobrecarregados com doentes.

Depois do alívio de várias restrições no mês passado, depois de dois anos desde o começo da pandemia, na China, a população local enfrenta agora uma nova vaga de casos, incluindo em Xangai, onde moram cerca de 25 milhões de pessoas.

Em declarações a um orgão de comunicação social detido pelo Partido Comunista Chinês, Chen Erzhen, que integra a equipa de peritos de Covid-19 de Xangai, refere que se pode tratar de uma onda de casos "20 ou 30 vezes maior" do que em abril e maio do ano passado.

Em abril de 2022, Xangai esteve confinada durante dois meses, depois de mais de 600 mil cidadãos terem testado positivo à Covid-19.

Em dois hospitais da cidade, a agência AFP relata centenas de pacientes, a maioria idosos, deitados em macas, dispostas nos corredores de serviços de emergência saturados.

Muitos estão a receber infusões de soro fisiológico ou ligados a cilindros de oxigénio ou com monitores cardíacos.

Chen Erzhen refere que os hospitais de Xangai estão a receber, de momento, cerca de 1.600 doentes por dia, com 80% desses mesmos a deverem-se à pandemia.

"Mais de 100 ambulâncias chegam ao hospital, todos os dias", disse, também.

Noutras cidades chinesas, como a capital, Pequim, Tianjin e Cantão, as autoridades de sáude consideram que o pico da nova vaga já terá sido ultrapassado.

A China está ainda a esperar uma nova onda de novos casos nas regiões rurais do país, na sequência das celebrações do Ano Novo Lunar, em que vários cidadãos regressam às suas cidades natais.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+