Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Zelensky lança campanha para "apagão" global das luzes na quarta-feira

19 dez, 2022 - 23:41 • Lusa

Esta campanha também pretende arrecadar pelo menos dez milhões de dólares (cerca de 9,4 milhões de euros) para financiar a compra de mil geradores elétricos, para permitir o funcionamento dos hospitais ucranianos.

A+ / A-

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou esta segunda-feira a instituições e cidadãos em todo o mundo para que apaguem as luzes em 21 de dezembro, como gesto de solidariedade para com a Ucrânia, que combate a invasão russa.

A campanha, batizada como #LightUpUkraine, apela ao desligar das luzes em apoio à Ucrânia, afetada por apagões causados por ataques russos contra as suas infraestruturas de energia.

A iniciativa está prevista para as 20h00 na Ucrânia (18h00 em Portugal continental) de quarta-feira.

Em plena época natalícia, espera-se que monumentos de todo o mundo, como o Rockefeller Center em Nova Iorque, a Trafalgar Square de Londres ou a Câmara Municipal de Paris se juntem à iniciativa, segundo um comunicado divulgado pelo governo ucraniano citado pela agência Efe.

Esta campanha também pretende arrecadar pelo menos dez milhões de dólares (cerca de 9,4 milhões de euros) para financiar a compra de mil geradores elétricos, para permitir o funcionamento dos hospitais ucranianos.

Num apelo à solidariedade, Zelensky sublinhou que quando os apagões mergulham as pessoas na escuridão durante horas, isso significa que o inimigo não quer apenas tirar a luz, mas "tudo o que faz parte da vida" dos cidadãos.

"É assim que vivemos agora na Ucrânia, defendendo-nos de um inimigo que veio para nos destruir", salientou.

"Precisamos do seu apoio. Porto todos os médicos forçados a operar no escuro. Por todos os pais e mães que fazem o possível para dar às suas famílias o que precisam, mesmo no escuro. Por todos os ucranianos que acreditam na liberdade, apesar da escuridão", frisou Zelensky.

A cidade de Kiev e dez regiões da Ucrânia foram hoje afetadas por cortes no fornecimento de eletricidade, após nova vaga de ataques com "drones" pelas forças russas, adiantou o operador ucraniano Ukrenergo.

Nos últimos meses, Moscovo tem atacado infraestruturas de energia, deixando milhões de ucranianos sem fornecimento elétrico, uma situação que causa maiores preocupações com o inverno.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pergunto
    20 dez, 2022 Eu 15:28
    Onde se podem fazer doações para esses tais 1000 geradores?

Destaques V+