A+ / A-

Moscovo acusa Ucrânia de atacar bases russas com drones

06 dez, 2022 - 10:24 • Redação com agências

As acusações de Moscovo surgem depois de, na segunda-feira, as tropas russas terem lançado cerca de 70 mísseis por toda a Ucrânia.

A+ / A-

Moscovo está a acusar a Ucrânia de ter atacado território com drones. O alvo foi o aeródromo de Kursk, que fica a 90 km da fronteira com a Ucrânia.

O incêndio que deflagrou depois do bombardeamento desta madrugada, já foi contido e não há vítimas a registar.

O governador da região de Kursk, Roman Starovoit, disse que as agências de inteligência estão a investigar o incidente.

“Como resultado de um ataque de drone na área do aeródromo de Kursk, um tanque de armazenamento de petróleo pegou fogo. Não houve vítimas. O fogo está a ser contido. Todos os serviços especiais estão no local", disse Starovoyt.

O governo ucraniano ainda não reivindicou o ataque.

A notícia surge depois de na segunda-feira Moscovo ter lançado cerca de 70 mísseis por todo o território ucraniano e o Ministério da Defesa russo dizer ainda que a Ucrânia "tentou atacar" o aeródromo de Dyagilevo na região de Ryazan (a cerca de 200km da capital) e o aeródromo de Engels na região de Saratov com "drones de fabrico soviético".

Os drones foram intercetados, mas os destroços caíram e explodiram nos aeródromos, acrescentou o ministério.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Para ambos os lados
    07 dez, 2022 Força, Ucrânia 11:28
    Vão-se habituando russos! Segundo se lê, as fábricas de armamento da Ucrânia estão a realizar milagres de atualização de Drones da era soviética, fora o drone Ucraniano de 1000 Km de alcance - com capacidade para chegar a Moscovo ... - em fase final de apronto. A ser assim, em breve a destruição passará a ser para ambos os lados, até porque tal como o exército ex-rolo compressor, parece que a anti-aérea russa é também uma anedota ...
  • Força, Ucrânia
    06 dez, 2022 Um por todos 11:09
    É no mínimo ridículo, que quem lançou até agora centenas de misseis e drones sobre a Ucrânia, que mataram e feriram centenas de pessoas e destruíram o País, venha agora "queixar-se" de ter sido atacado com 2 ou 3 drones, que destruíram um depósito de combustível. A única coisa a dizer é: "Força, Ucrânia!" . Uns drones hoje, dezenas amanhã, mísseis sobre território russo e fazer os russos provarem do seu remédio, fazendo com que as destruições comecem a ser para ambos os lados. E em devido tempo, esses drones de longo alcance de tecnologia ucraniana ... porque não começar a pensar em raides sobre Moscovo?

Destaques V+