Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Marcelo no Qatar. Presidente já falou sobre direitos humanos

24 nov, 2022 - 14:26 • Redação com Lusa

Assunto foi abordado com o Presidente do Gana, numa conversa sobre educação.

A+ / A-

O Presidente da República já está no Qatar, onde vai assistir ao primeiro jogo da seleção nacional no Mundial de Futebol, e já falou sobre direitos humanos.

Marcelo Rebelo de Sousa aterrou em Doha ao final da manhã e foi levado de imediato para um espaço onde conversou sobre Igualdade na Educação com o Presidente do Gana, país adversário de Portugal esta quinta-feira.

"É muito importante investir e apostar no ensino superior para assim mudar de forma rápida a ciência e a tecnologia. Mas, ao mesmo tempo, nunca podemos esquecer os que não podem ter acesso a essa educação e nunca, nunca esqueçam que isto é o que chamamos, às vezes, de direitos humanos. Os direitos humanos são também direitos sociais, direitos económicos, direitos políticos, mas também direitos pessoais", disse.

Nesta iniciativa organizada pela fundação Education For All em conjunto com as Nações Unidas, o chefe de Estado sustentou ainda que para se cumprir o 4.º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas - "o acesso a uma educação inclusiva, de qualidade e equitativa" - é preciso "liberdade para cada um, para todos" e "coesão social".

Coesão social implica "incluir toda a gente, incluir os pobres" e também "os migrantes", implica "incluir pessoas com ideias sociais, políticas, económicas diferentes, até com diferentes orientações - nós sabemos que cada país tem a sua maneira de pensar - mas até orientações sexuais e de género", acrescentou.

A propósito da liberdade, referiu: "Claro, aqui temos somente equipas de futebol masculinas. Mas, por exemplo, em Portugal a maioria dos estudantes do ensino superior são mulheres, a maioria das doutoradas são mulheres, estamos acima da média da Europa, estamos a liderar, e isso é tão importante", acrescentou.


[em atualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José J C Cruz Pinto
    24 nov, 2022 ILHAVO 18:56
    Aah! Afinal foi com o Presidente do Gana! E eu que pensei que seria com alguma autoridade do Qatar. Foi fácil, então, sem nada de especial. Se tivesse referido o assunto dos "direitos" tortos ao mero motorista que o transportou ou a um dos seguranças locais é que teria alguma relevância. E de nada serviu a sua presença para apoiar a selecção nacional, pelo que vimos - todos nós, incluindo por certo o próprio Presidente.

Destaques V+