Tempo
|
A+ / A-

Pyongyang dispara míssil balístico para o mar do Japão

17 nov, 2022 - 05:29 • Lusa

Os exercícios militares de grande escala entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul foram retomados este ano.

A+ / A-

A Coreia do Norte disparou esta quinta-feira um míssil balístico em direção ao mar do Japão, horas depois de Pyongyang ameaçar dar uma resposta "mais feroz" às medidas dos EUA para a península.

"A Coreia do Norte lançou um míssil balístico desconhecido no mar Oriental (nome dado ao mar do Japão pelas duas Coreias)", disse, em comunicado, o Estado-Maior Conjunto sul-coreano.

O lançamento coincide com a visita do Presidente de Espanha, Pedro Sánchez, à vizinha Coreia do Sul e ocorre depois de o regime de Pyongyang ter disparado cerca de trinta mísseis, no início de novembro, em resposta aos exercícios aéreos conjuntos de Seul e Washington.

A Coreia do Norte lançou mais de 30 mísseis em resposta aos exercícios militares dos Estados Unidos e da Coreia do Sul que começaram na segunda-feira.

A tensão na península coreana está a atingir níveis sem precedentes face aos repetidos testes de armas norte-coreanos, às manobras aliadas e à possibilidade de que, como indicado pelos satélites, o regime de Kim Jong-un esteja pronto para conduzir o primeiro teste nuclear desde 2017.

A Coreia do Norte sempre encarou as manobras militares EUA-Coreia do Sul como ensaios para uma invasão ou para derrubar o regime de Kim Jong-un.

As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+