Tempo
|
A+ / A-

Polícia iraniana disparou sobre passageiros e bateu em mulheres numa estação de metro

16 nov, 2022 - 20:41 • Redação

Nas redes sociais, imagens do momento mostram passageiros a fugir da estação, depois da polícia iraniana abrir fogo.

A+ / A-

Forças policiais do Irão abriram fogo sobre pessoas numa estação de metro e bateram em mulheres que não estavam a usar o véu obrigatório, em protesto à morte de Mahsa Amini.

Nas redes sociais, imagens do momento mostram passageiros a fugir da estação, depois da polícia iraniana abrir fogo.

Esta terça-feira, dois meses depois do início das manifestações no Irão, surgiram novas ações de protesto que devem durar três dias para assinalar o "Novembro Sangrento" - uma data, em 2019, em que centenas de pessoas foram mortas por forças de segurança, durante um protesto contra aumento dos preços do combustível.

A repressão do movimento de protesto em curso no Irão desde setembro provocou 326 mortos, segundo um novo balanço divulgado pela organização não-governamental Iran Human Rights (IHR), com sede em Oslo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+