Tempo
|
A+ / A-

​Bruxelas discute novo pacote de ajuda à Ucrânia e mais sanções ao Irão

14 nov, 2022 - 12:13 • Redação

Josep Borrell considera que a recuperação de Kherson é uma boa notícia e que o apoio à Ucrânia é para continuar.

A+ / A-

O Conselho Europeu com os ministros dos Negócios Estrangeiros vai discutir um novo pacote de ajuda à Ucrânia. O encontro vai analisar o atual momento da invasão russa à Ucrânia, bem como o apoio militar do Irão a Moscovo.

À entrada para o encontro, o Alto Representante da Diplomacia Europeia, Josep Borrell, congratulou-se com os avanços militares ucranianos, mas sublinha que o apoio europeu ao país é para continuar.

“As notícias da guerra na Ucrânia, são muito boas para os ucranianos. Para além de terem reconquistado Kherson, o exército russo está a retirar-se”, afirmou, considerando que “a estratégia de apoiar militarmente a Ucrânia foi a acertada”.

“Temos de continuar a apoiar a Ucrânia com as nossas capacidades e apoio militar, colocar pressão à Rússia e à frente do resto do mundo, enfrentar as consequências desta guerra, rematou.

Borrell avançou ainda que os 27 vão discutir e aprovar mais um pacote de sanções a Teerão. "Vamos hoje aprovar mais um pacote de sanções contra os responsáveis pela repressão contra os manifestantes”, revelou.

Depois da reunião deste segunda-feira, o Conselho de Negócios Estrangeiros da União Europeia terá uma segunda sessão na terça-feira, mas na vertente de Defesa, na qual os ministros titulares desta pasta - entre os quais a ministra Helena Carreiras - discutirão também a situação na Ucrânia, e na qual participará o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+