A+ / A-

Irão coloca entidades e cidadãos britânicos na lista negra após sofrer sanções

20 out, 2022 - 02:36 • Lusa

As sanções incluem a proibição de vistos e a "apreensão das suas propriedades e bens" no Irão.

A+ / A-

As autoridades iranianas anunciaram a inclusão de várias entidades e cidadãos britânicos na lista negra do país, poucos dias após Londres impor sanções à polícia de moralidade do Irão, devido à morte de Masha Amini.

O Irão tem sido abalado por protestos generalizados após a morte da jovem curda iraniana, três dias depois de ter sido detida pela polícia de moralidade, em Teerão, por alegadamente violar o rígido código de vestuário ao utilizar incorretamente o véu islâmico.

Em 10 de outubro, o Reino Unido anunciou sanções contra a polícia de moralidade iraniana, responsáveis políticos e funcionários de segurança, acusando-os de reprimir os protestos.

Segundo um comunicado do ministério das Relações Exteriores do Irão, entre as sete instituições visadas pelas sanções estão o Centro Nacional Britânico de Segurança Cibernética e a 'quartel-general' das comunicações do Governo, a agência britânica de Inteligência e Segurança.

"As organizações e indivíduos foram "colocados na lista negra devido às suas ações deliberadas de apoio ao terrorismo e a grupos extremistas, incitação ao terrorismo, propagação de violência e de ódio e violação dos direitos humanos", justificou o ministério das Relações Exteriores iraniano.

A BBC Persian e a Iran International, dois canais que emitam em língua persa a partir do Reino Unido, também foram considerados "hostis" pelo Irão e colocados na lista negra.

Entre as nove personalidades sancionadas estão várias elementos do Parlamento, incluindo Thomas Tugendhat.

As sanções incluem a proibição de vistos e a "apreensão das suas propriedades e bens" no Irão, acrescentou o ministério.

O Irão convocou o embaixador britânico em Teerão após as sanções de Londres, consideradas "uma ingerência nos assuntos internos do país".

Os EUA, o Canadá e a União Europeia também impuseram sanções ao Irão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+