A+ / A-

Produtos de alisamento capilar aumentam risco de cancro do útero

18 out, 2022 - 05:37 • Lusa

Investigadores concluíram que as mulheres que usam esses produtos com uma frequência superior a quatro vezes por ano, correm o risco de desenvolver aquele tipo de cancro em mais do dobro.

A+ / A-

Os produtos de alisamento capilar, utilizados especialmente por mulheres negras, representam um maior risco de cancro do útero, de acordo com um estudo do Instituto de Saúde dos EUA revelado na segunda-feira.

Segundo a investigação, as mulheres que usam esses produtos com uma frequência superior a quatro vezes por ano veem o risco de desenvolver aquele tipo de cancro aumentar para mais do dobro.

A investigação sobre o tema foi publicada no Journal of the National Cancer Institute e elogiada por especialistas independentes que invocaram o “princípio da precaução” para pedir mais legislação, apesar de serem necessários mais estudos para aprofundar estes resultados.

O cancro do útero, distinto do cancro do colo do útero, é uma forma relativamente rara da doença e é responsável por cerca de 3% dos novos casos de cancro nos Estados Unidos, com 66.000 casos e 12.500 mortes registados em 2022.

No entanto, as taxas de incidência deste tipo de cancro estão a aumentar no país, particularmente entre as mulheres negras.

O estudo baseou-se em dados de cerca de 33.500 mulheres norte-americanas, recrutadas entre 2003 e 2009, que foram acompanhadas durante quase 11 anos. Um total de 378 dessas mulheres desenvolveu cancro do útero.

Para as mulheres que nunca usaram produtos de alisamento capilar, o risco de desenvolver cancro do útero até aos 70 anos é de 1,64%, comparado com 4,05% para utilizadoras frequentes, detalha um comunicado da autora principal do estudo, Alexandra White.

Os investigadores não recolheram informações sobre produtos ou marcas específicos, mas observaram que vários produtos químicos utilizados frequentemente nos mesmos podem contribuir para o aumento do risco de cancro, tais como parabenos, bisfenol A, metais ou mesmo o formaldeído.

Os produtos de alisamento capilar podem promover a absorção de substâncias químicas através de lesões ou queimaduras causadas no couro cabeludo ou pelo uso de ferros de alisamento, cujo alor decompõe as substâncias químicas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+