Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Estados Unidos

Empregada encontrada morta na casa de banho quatro dias depois

23 set, 2022 - 19:23 • Pedro Valente Lima

Bessie Durham foi vista pela última com vida a 15 de setembro. O carrinho de limpezas ficou quatro dias à porta, mas não terá levantado quaisquer suspeitas dos comerciantes.

A+ / A-

Uma mulher de 63 anos foi encontrada morta apenas quatro dias depois, numa casa de banho de uma loja nos Estados Unidos.

Segundo as autoridades norte-americanas, Bessie Durham era empregada de limpeza numa empresa que fornecia serviços à Belk, loja de um centro comercial em Columbia, no estado da Carolina do Sul.

A mulher tinha sido vista pela última vez a trabalhar, na passada quinta-feira, 15 de setembro. As imagens de videovigilância mostram Bessie a entrar na casa de banho pelas 7h00, da qual não chegou a sair.

O corpo só foi encontrado às 20h00 desta segunda-feira, pouco depois de a família ter reportado o desaparecimento de Bessie Durham à polícia. O carrinho de limpezas ainda se encontrava à porta do quarto de banho.

A loja esteve aberta durante os quatro dias, pelo que o chefe da Polícia de Columbia, Melron Kelly, confirma que as investigações procuram averiguar se houve indícios de negligência da parte dos trabalhadores do estabelecimento.

"Estamos a trabalhar com a loja para perceber qual é o seu processo de encerramento, temos estado a inspecioná-la e a averiguar coisas dessa natureza", afirmou Melron Kelly.

Segundo a agência forense do condado de Lexington, não há indícios de se tratar de um caso de homicídio ou de morte pelo consumo de estupefacientes.

A Belk já endereçou, em comunicado, os mais sentidos pêsames à família.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+