Tempo
|
A+ / A-

Presidente do Irão desiste de entrevista na ONU porque jornalista recusou usar lenço

22 set, 2022 - 20:05 • Ricardo Vieira

Incidente envolveu a jornalista da CNN Christiane Amanpour, que "educadamente declinou" a exigência de Ebrahim Raisi.

A+ / A-

Veja também:


O Presidente do Irão, Ebrahim Raisi, desistiu de uma entrevista à CNN, porque a jornalista recusou cobrir a cabeça com um lenço.

A entrevista estava agenda e deveria acontecer na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, que por estes dias recebem dezenas de líderes mundiais na assembleia geral anual.

O Presidente iraniano não apareceu à hora marcada e, cerca de 40 minutos depois, surgiu um assessor de Ebrahim Raisi.

O elemento da delegação iraniana disse à jornalista Christiane Amanpour que o Presidente tinha sugerido que ela usasse um lenço a cobrir a cabeça durante a entrevista.

A repórter premiada por reportagens em cenários internacionais disse que "declinou educadamente".

Ebrahim Raisi argumentou que se tratava de uma "questão de respeito", uma vez que os muçulmanos assinalam os meses santos de Muharram e Safar.

Natural do Irão, Amanpour rejeitou o pedido e a entrevista foi cancelada.

O incidente aconteceu numa altura em que o Irão vive dias de convulsão.

Confrontos devido à morte de uma jovem, após ser detida pela polícia, já provocaram cerca de 30 mortos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+