Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Covid-19

Espanha mantém obrigatoriedade do uso de máscara em aviões

25 ago, 2022 - 11:40 • Marta Pedreira Mixão

A ministra dos Transportes espanhola anunciou que a máscara continuará obrigatória nos aviões, sem alterações ao que já tinha sido decretado pelo executivo em abril.

A+ / A-

A ministra dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana espanhola, Raquel Sánchez, afirmou, esta quinta-feira, que a utilização de máscara nos aviões se vai manter.

"No caso do transporte aéreo, dada a evolução da emergência sanitária causada pela covid-19, o decreto-lei elimina a obrigação de utilizar as diretrizes ligadas à pandemia nos aeroportos e estabelece que estas são recomendações", sublinhou.

Alguns meios de comunicação espanhóis, incluindo o El Mundo, chegaram até a anunciar o fim da utilização de máscaras em meios de transporte aéreos, já que o anúncio da ministra causou alguma confusão, uma vez que, até agora, a única área em que o uso de máscaras se mantinha obrigatório no transporte aéreo era dentro dos aviões, com base num decreto aprovado pelo executivo em abril e, ao que parece, não se registou qualquer alteração a este respeito.

Após a confusão, o governo especificou que a utilização de máscaras continuará a ser obrigatória dentro dos aviões.

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) informaram em maio que deixariam de recomendar máscaras obrigatórias em aeroportos e voos europeus, ficando a medida ao critério das companhias aéreas e de cada país.

Contudo, à data, uma vez que as regras relativas às máscaras passaram a variar em função dos critérios da companhia aérea, estas agências europeias assinalaram que, em voos de ou para um destino onde o uso de máscaras ainda é necessário nos transportes públicos, deve-se continuar a encorajar o uso de máscaras, de acordo com as recomendações.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+