Tempo
|
A+ / A-

Rússia compra armas à Coreia do Norte, denunciam EUA

06 set, 2022 - 17:52 • Redação, com agências

Moscovo estará no processo de aquisição de milhões de "rockets" e de outros equipamentos militares provenientes de Pyongyang para serem usados na guerra contra a Ucrânia.

A+ / A-

A Rússia está a comprar armas à Coreia do Norte para utilizar na guerra contra a Ucrânia, indica um relatório dos serviços secretos dos Estados Unidos.

Foi revelado por fontes oficiais americanas que esta aquisição de artilharia se deverá manter com o prolongar da guerra. Acrescentam que este dado revela uma “severa escassez de equipamento” por parte das Forças Armadas russas.

Após esta informação ter sido divulgada pelo jornal "The New York Times", o Ministério da Defesa ucraniano pronunciou-se no Twitter.

O Ministério da Defesa da Ucrânia afirma que enquanto está a adotar as ideologias da NATO, a Rússia está a adotar a ideologia norte -coreana, quer no que toca ao equipamento militar, à política e até à qualidade de vida.

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, culpa os Estados Unidos pelo conflito na Ucrânia e acusa a civilização ocidental de ter uma ideologia baseada na hegemonia. Este é o motivo apresentado pelo partido único da Coreia do Norte para apoiar o uso de força por parte da Rússia.

No último mês, a Coreia do Norte reconheceu a independência de dois territórios na zona leste da Ucrânia - Donetsk e Luhansk - e comprometeu-se a consolidar a amizade com Moscovo.

Fontes oficiais do Governo americano acreditam que as sanções económicas impostas à Rússia pela Europa e pelos Estados Unidos têm sido eficazes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+