Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Elon Musk anuncia compra do Manchester United. Mas afinal era só “uma piada”

17 ago, 2022 - 09:58 • Marta Pedreira Mixão com Agências

Depois de ter anunciado que ia comprar o Manchester United, Elon Musk recorreu à rede social Twitter para esclarecer que tudo não passou de uma piada.

A+ / A-

Era uma notícia que ninguém esperava e que, durante algumas horas, deixou as redes sociais e adeptos de futebol em frenesim: Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX, anunciou no Twitter, na madrugada desta quarta-feira, que ia comprar o clube de futebol inglês Manchester United.

"Vou comprar o Manchester United, de nada", lê-se no tweet do empresário norte-americano.

Contudo, horas depois e com já cerca de meio milhão de 'likes' naquele post, Musk esclareceu, através da mesma rede social, que tudo não passou apenas de uma brincadeira.

"Não, esta é uma piada de longa data no Twitter. Não vou comprar nenhum clube desportivo", garantiu. O empresário disse ainda que, a ser verdade a aquisição de um clube, compraria certamente o Manchester United, já que é o seu clube favorito desde criança.

Segundo a agência de notícias Reuters, alguns adeptos do Manchester United, descontentes com o declínio do clube, já tinham pedido a Elon Musk para considerar a compra, queixando-se do que consideram ser um subinvestimento num dos maiores clubes de futebol do mundo.

Com a equipa nos últimos lugares do campeonato, após a derrota por 4-0 frente ao Brentford, o tweet de Elon Musk ofereceu uma esperança, mesmo que apenas por momentos, aos adeptos que estão desiludidos com os atuais proprietários, a família Glazer, que comprou o clube em 2005.

Nenhum acionista tem participação maioritária no clube, que é controlado pelos seis filhos do empresário americano Malcolm Glazer, que morreu em 2014.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+