Tempo
|
A+ / A-

Morreu Archie Battersbee

06 ago, 2022 - 14:13 • Redação

A morte de Archie Battersbee foi declarada às 12h15.

A+ / A-

Veja também:


Morreu Archie Battersbee, o menino de 12 anos que estava há quatro meses ligado às máquinas num hospital de Londres.

Depois de terem sido esgotados todos os recursos, este sábado, a partir das 10h00, começou a ser retirada a medicação e o suporte mecânico.

A morte de Archie Battersbee foi declarada às 12h15.

Detalhes sobre as últimas horas de vida de Archie foram dados pela família, que prestou declarações à porta do hospital.

Archie Battersbee foi encontrado inconsciente em casa, com uma ligadura enrolada na cabeça, em 7 de abril, sendo que os pais acreditam que poderá ter participado num desafio online que correu mal.

Os médicos afirmaram que Archie estava em morte cerebral e que o tratamento de suporte de vida não ia ao encontro dos seus melhores interesses, mas os pais pediram aos tribunais britânicos e dos Direitos Humanos para impedirem o Royal London Hospital de desligar o ventilador do rapaz.

O Tribunal Europeu de Direitos Humanos recusou o pedido da família e disse que não iria "interferir com as decisões dos tribunais nacionais [ingleses]" e permitiu que a retirada do tratamento de suporte de vida de Archie prosseguisse.

O caso abriu uma discussão nacional sobre a avaliação dos médicos contra as intenções dos familiares.

De acordo com a lei britânica, é comum que os tribunais intervenham quando os pais e os médicos estão em desacordo sobre o tratamento de uma criança.

Quando isso acontece, os direitos da criança sobrepõem-se ao direito dos pais para decidirem o que consideram melhor para os seus filhos.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+