Tempo
|
A+ / A-

Família de José Eduardo dos Santos fala em "momento sensível" e pede privacidade

01 jul, 2022 - 11:34 • Lusa

O antigo Presidente angolano está internado em Barcelona.

A+ / A-

A família de José Eduardo dos Santos pede respeito pela sua privacidade num momento em que se mantém "crítico e delicado" o quadro clínico do antigo chefe de Estado angolano.

"A família do engenheiro José Eduardo dos Santos, que agradece todas as mensagens de carinho, apoio e as orações que tem recebido, solicita que, neste momento tão difícil, seja respeitada a sua privacidade", refere um comunicado enviado à agência Lusa em nome da família.

Os filhos agradecem "o reconhecimento, o alto grau de estima, o interesse expressado pela sua saúde e bem-estar, bem como a importância histórica que muitos angolanos e africanos reconhecem ao engenheiro José Eduardo dos Santos (ex-presidente da República de Angola)", mas referem que o momento é sensível.

"No dia 23 de junho de 2022, em Barcelona (Espanha), o engenheiro José Eduardo dos Santos sofreu uma paragem cardiorrespiratória" e, "após ter sido socorrido por uma equipa médica, foi encaminhado para um hospital naquela cidade, tendo sido internado na unidade de cuidados intensivos", explicam os filhos.

A equipa médica que "o acompanha continua a monitorizar o seu estado de saúde e as complicações neurológicas que resultaram da paragem cardiorrespiratória", tendo vindo "a realizar exames adicionais, sendo crítico e delicado o seu quadro clínico", refere o comunicado.

A família aproveita para agradecer todas as mensagens de carinho, apoio e as orações que tem recebido.

José Eduardo dos Santos está internado numa clínica em Barcelona e encontra-se em coma depois de ter sofrido uma queda e já depois de ter recuperado de uma infeção de covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+