Tempo
|
A+ / A-

G7 acusa Putin de envergonhar Rússia

08 mai, 2022 - 18:14 • Lusa

Países que integram o G7 reiteraram apoio à Ucrânia.

A+ / A-
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA
G7 compromete-se a proibir ou eliminar gradualmente importações de petróleo russo Foto: Thibault Camus / Pool/EPA

Os países que integram o G7 defenderam este domingo que o Presidente Vladimir Putin envergonha "os sacrifícios históricos" da Rússia e reiteraram apoio à Ucrânia.

As ações de Putin na Ucrânia "cobrem de vergonha a Rússia e os sacrifícios históricos do seu povo", defendeu o grupo, citado pela Agência France Presse (AFP).

Numa reunião virtual, que contou com a presença do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, os chefes de Estado e do Governo da Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália Japão e Reino Unido reiteraram o compromisso de adotarem "mais medidas que ajudem a Ucrânia a garantir um futuro livre e democrático", assim como a "defender e repelir futuros atos de agressão", segundo um texto divulgado no final do encontro.

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro, uma ação que foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Lopes
    08 mai, 2022 Porto 18:18
    Putin é um terrorista perigoso e vaidosito. Parece uma criança a brincar às guerras.

Destaques V+